Marketing do 1.0 ao 4.0. O que mudou?

Na época da Revolução Industrial, nasceu o Marketing 1.0, focado no produto, pois o período era de produções em massa e padronização dos produtos. Nessa época, não havia preocupação com as necessidades ou desejos das pessoas. Além disso, não havia concorrência, grande motivo para que as empresas não pensassem em diferenciação.

Com a propagação da televisão e do rádio, surgiu a era da informação e com ela o Marketing 2.0. Com isso, houve uma grande disruptura no padrão de compra, pois os consumidores começaram a comparar preços e características dos produtos. Com isso, criou-se a concorrência. Para competir pela preferência do consumidor, as empresas passaram a diferenciar seus produtos. Nessa época surgiu os famosos 4 P’s do Marketing: Preço, Praça, Produto e Promoção.

Muitos anos se passaram desta forma, aplicando este tipo de marketing, e apenas na virada do século XXI, chegamos no Marketing 3.0. Nesta era, as empresas precisaram se adaptar a um novo perfil consumidor, que pesquisa por soluções, serviços e produtos no Google, procurando interagir com as marcas. Esse novo consumidor procura recursos que lhe proporcionam qualidade de vida, otimização de recursos naturais e o cuidado com o meio ambiente. Sustentabilidade, solidariedade e soluções criativas passaram a ser critérios muito valorizados pelo público e para as empresas, restou, mais uma vez, adaptar sua comunicação, seus produtos e serviços para atender as expectativas desses consumidores.

Para atingir este novo propósito, as empresas tiveram que direcionar seus esforços para tais exigências, tornando seus produtos marcantes a ponto de transformá-los únicos na mente dos consumidores. Antes de vender efetivamente, era necessário criar uma conexão emocional, mostrando o valor do produto, a sua importância e como ele poderia ser transformador.

Este novo conceito de Marketing, criou fortes laços entre as empresas e seus consumidores, valorizando cada vez mais o relacionamento entre ambos. As opiniões e avaliações dos consumidores, tanto as boas quanto as ruins, passaram a ser decisivas nas compras do cliente, pois o peso da classificação informada determinava a qualidade do produto e do vendedor.

Agora, estamos caminhando para o Marketing 4.0, onde a inclusão de novas tecnologias e o uso da internet estão moldando nossos comportamentos e afetando todos os setores da sociedade. Podemos caracterizá-lo como um aprofundamento do Marketing 3.0, ainda mais centrado no cliente.

Existem três mudanças importantes que marcam a transição para o Marketing 4.0. Fique ligado nos próximos posts e saiba mais.